Funcionário de DJ Ivis que aperece no vídeo das agressões quebra o silêncio e faz revelações assustadoras: “tesouradas”

Continua depois da publicidade

Leo Dias não deixou pedra sobre pedra nos sobre  o caso das agressões do DJ Ivis à sua esposa Pamella Holanda, de 27 anos.

Desde que o colunista trouxe à tona a agressão do DJ Ivis, que, segundo Leo Dias, era frequente, o caso vem ganhando novos desdobramentos e a situação do cantor vem se deteriorando com o tempo.

Segundo informações do portal de notícias online do jornal “Metrópoles”, Leo Dias teve acesso a áudios veiculados pelo motorista do DJ Ivis, que podem ser vistos nos vídeos das agressões e que é acusado de conveniente do caso do violência doméstica.

Imagem: (Reprodução / Google)

Nos áudios, Charles Barbosa de Oliveira disse que as agressões entre DJ Ivis e Pamella eram comuns e rotineiros.

O motorista está bastante indignado, ele esta sendo atacado e criticado nas redes sociais por não tentar evitar os agressões, mas  segundo Charles se não tivesse intervindo em outras ocasiões, um dos dois teria morrido, relatou o motorista que até “tesouradas já teve”.

“Uma coisa que eu digo a você sem medo de errar e o que eu vou falar quando for chamado lá. Se não fosse primeiramente Deus e eu, de fevereiro para cá alguém já tinha morrido. Aquela confusão ali não começou ali não, começou dentro do quarto”, contou.

Via: metropoles.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.