Últimas palavras de Lázaro Barbosa antes de ser morto pela polícia são mostradas

Continua depois da publicidade

Desde 9 de junho, Lázaro Barbosa, de 32 anos, estava sendo procurado depois de ser  acusado de matar Cláudio Vidal de Oliveira, de 48, Gustavo Marques Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, de 15, de 15 anos. Além do sequestro de Cleonice Marques de Andrade, 43 anos, a esposa de Cleonice e mãe de outras vítimas, no Incra 9, na Ceilândia, Distrito Federal.

A chacina teve uma grande repercussão: Lázaro foi chamado de serial killer em Brasília, e o suspeito é procurado desde então.

Com o passar do tempo, outros crimes que ele cometeu surgiram, e Lázaro foi considerado um homem perigoso. O suspeito tinha ficha criminal nos estado da Bahia e Goiás, e esteve envolvido em assassinato e estupro, sendo posteriormente perseguido.

Imagem: (Reprodução / Google)

De acordo com os fatos, também foi descoberto que o assassino tinha habilidade de sobrevivência, e que a região e que seu esconderijo era de sua convivência, o que facilitou sua fuga.

A grande proporção de casos, os altos índices de criminalidade e as fugas fáceis levaram a polícia a montar uma força-tarefa para capturar o criminoso com sucesso. A equipe contou com mais de 270 funcionários, drones, apoio aéreo e cães farejadores.

Bem, nesta segunda-feira, 9 de junho, após 20 dias de buscas, Lázaro foi finalmente encontrado de helicóptero. Segundo informações da polícia do Grupo Tático Ambiental, o suspeito estava na região de Águas Lindas de Goiás, próximo ao DF. Embora soubesse que era procurado, o suspeito não se rendia e antes de disparar dizia: “Vou morrer, mas vou levar você”.

Segundo fontes, a troca de tiros foi dirigida à polícia que estavam no helicóptero. O fugitivo acabou sendo morto a tiros no confronto e, por fim acabou não não resistindo

Depois que a notícia de que Lázaro havia sido capturado se espalhou, os policiais envolvidos na caça aos criminosos aplaudiram na base da força-tarefa. As pessoas até soltaram fogos para comemorar o fim da caça ao fugitivo.

“Estamos muito felizes. São 20 dias de angústia. Sem dormir. Preocupados. Eles são guerreiros. A dedicação deles merece todo o nosso apoio. Agora é a hora de comemorar”, disse Larissa Alves, 34 anos, moradora da região .

“Gostaríamos que ele fosse pego vivo. Até porque ele teria que explicar os outros crimes. Mas de qualquer maneira , estamos aliviados. Esperávamos que fosse capturado o mais rápido possível. Estávamos acuados. Agora teve desfecho”, Cristiane Soares, 39, comerciante da região.

Imagem: (Reprodução / Google)

O criminoso foi localizado através  de câmeras de segurança andando em uma rua próxima a casa de sua ex-sogra em Águas Lindas. Depois as informações, já nas primeiras horas da manhã, agentes cercaram o local. Depois a mobilização de cães farejadores e helicópteros, o psicopata foi localizado, mas não se rendeu e abriu fogo contra a guarnição, que revidou.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais