Quem é a jovem que não resistiu por conta de explosão causada por algo que todos tem em casa; ela aguardava por vaga em hospital

Nesta quarta-feira, dia 19 de abril, chegou a ser confirmada a morte de uma jovem de apenas 20 anos que estava aguardando vaga em uma unidade de saúde da região de Minas Gerais, em Alfenas.

Ela aguardava por uma vaga há cerca de dezenove dias, e infelizmente, faleceu sem ter conseguido ser devidamente atendida pelos profissionais de saúde.

De acordo com informações fornecidas pelo Corpo de Bombeiros, no dia primeiro de abril, eles teriam sido acionados para atender uma ocorrência envolvendo uma explosão que foi causada por conta de um botijão de gás.

O caso teria acontecido em um restaurante, localizado no Centro da Cidade. Por conta da explosão, três funcionárias ficaram feridas e necessitaram de atendimento médico, assim sendo encaminhadas para um hospital. 

Maria Luiza Azolla, de 20 anos, ficou com 90% de seu corpo queimado após ter ocorrido a explosão. Ela esperou por dezenove dias para receber uma transferência para o hospital que é referência em queimados na região de Minas Gerais, mas não conseguiu a vaga.

Informações indicam que o corpo da jovem será sepultado no Cemitério Municipal de Alfenas.

Infelizmente, explosões envolvendo botijão de gás são bastante comuns no Brasil. Com isso, é necessário tomar todos os cuidados ao se cozinhar utilizando esse recipiente.

Um dos principais cuidados que devem ser tomados é armazenar os botijões em lugares limpos, protegidos contra chuva, sol e outras fontes de calor.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais