Pai de jovem que faleceu em ataque a escola foi ao cemitério várias vezes e o que pediu diante o túmulo da filha vai cortar seu coração: ‘Gi’

O gráfico Denis Bezerra da Silva vivenciou uma semana repleta de tristeza e dor, algo que nenhum pai gostaria de experimentar. Isso ocorreu após a perda de sua filha, Giovanna, de 17 anos.

A jovem foi a vítima fatal no ataque à Escola Estadual Sapopemba, na zona leste de São Paulo. Sentimentos de saudade, desespero e até questionamentos sobre sua própria sanidade surgiram no meio desse turbilhão emocional.

“Chegava de frente para o túmulo conversando com ela, pedindo ‘Gi, fala com o pai, onde tem um lugar bonito para a gente conversar’. Nos meus pensamentos, ela me levava para os lugares, ficava andando pelo cemitério”, revelou Denis Bezerra nesta última terça-feira (31).

Denis afirmou que as pessoas devem ter acreditado que ele estava enlouquecido de tanta dor e que até mesmo um dos funcionários do cemitério já o conhecia.

As visitas quase diárias ao local onde o corpo de sua filha foi sepultado, vítima de um tiro na nuca por outro estudante de 16 anos, farão com que Denis tenha um feriado nesta quinta-feira (2) bem diferente do que ele costumava ter.

Ele confessou que nunca havia visitado o cemitério no Dia de Finados, mas que este ano será diferente e que partir de agora irá. O pai da estudante voltou ao trabalho neste dia 31 de outubro.

Ele contou que foi recebido com muito carinho, mas que teve vontade de lagar tudo para que pudesse ficar perto da sepultura da filha, pois segundo ele, a vida não faz mais sentindo.

A experiência do vazio na última semana levou Denis a aconselhar os pais a se aproximarem mais de seus filhos, a expressarem seus sentimentos todas as vezes possíveis.

“Faltou eu ter falado mais vezes, principalmente nesses últimos anos, ‘filha, eu te amo, do meu jeito, mas eu te amo’. Isso faltou”, diz. “Minha filha cortou o cabelinho dela e não tive a oportunidade de dizer que estava linda.”

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais