O que pode ter acontecido com o submarino Titan? Uma das possibilidades ganha força com o encontro dos destroços

Infelizmente no final da manhã desta quinta, dia 22 de junho, o mundo recebeu com tristeza a notícia de que uma sonda localizou os destroços do submarino Titan que partiu no último domingo em uma expedição turística até os destroços do Titanic.

O desaparecimento aconteceu no último domingo, dia 18 de junho, e desde então uma força-tarefa vinha tentando localizar o grupo de 5 tripulantes que estavam no submersível.

Segundo os especialistas em submarinos, no melhor dos cenários, o Titan teria voltado à superfície estaria flutuando.

Uma outra possibilidade que poderia ter acontecido é que um incêndio tenha atingido o interior do submarino. Nesta possibilidade, mesmo que o incêndio tivesse sido controlado a fumaça iria intoxicar os tripulantes.

A outra possibilidade é que o submersível tenha de alguma forma ficado preso ao fundo do mar. Impossibilitados de se soltarem iriam sobreviver até o oxigênio se esgotar.

A última possibilidade que é a mais catastrófica e ganhou força com o encontro dos destroços. Segundo especialistas, o submersível seria encontrado boiando ou implodido no fundo do mar.

Estimativas apontam que no momento que o submarino perdeu contato, cada centímetro quadrado da embarcação estaria submetido a uma pressão equivalente a mais de duas toneladas.

Apesar disso, ainda é cedo para se determinar o que de fato aconteceu com o submarino. Somente após o resgate que será possível determinar o que de fato aconteceu.

O resgate não será uma tarefa fácil dado a grande dificuldade de se chegar à profundidade de 3800 metros.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais