Idosa de 71 anos perde a vida após ser abusada por enfermeiro dentro de hospital em SP, detalhes são expostos e geram revolta

Um caso de extrema crueldade ganhou uma enorme repercussão após se tornar manchete nos principais portais de notícias do país.

Nesta última terça-feira (20), a Polícia Civil de São Paulo, veio a público para informar que um técnico de enfermagem de 41 anos foi preso sob a suspeita de ter cometido um abuso sexual contra uma idosa de 71 anos.

O caso aconteceu em um hospital público, na cidade de Sorocaba, localizada no interior do estado de São Paulo. A idosa morreu alguns dias após o abuso.

Entretanto, ao receber alta hospitalar ela contou para alguns funcionários da unidade de saúde que foi agredida sexualmente por um enfermeiro e descreveu o abusador que foi identificado através de suas características físicas.

Alguns dias após deixar o hospital, a mulher precisou ser internada novamente, ela estava com o quadro de saúde muito debilitado e infelizmente evoluiu para o óbito.

O caso está sob a responsabilidade da Polícia Civil, com o apoio da Delegacia da Mulher de Sorocaba. O nome da unidade de saúde onde o abuso aconteceu não foi revelado.

Os nomes da vítima e do enfermeiro acusado de meter o crime não foram divulgados. Não há informações sobre o velório e sepultamento da idosa.

A família da vítima não se pronunciou sobre o caso que vem gerando muita revolta na comunidade local. A cidade de Sorocaba fica a cerca de 84 km da capital paulista.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais