Menina de 7 anos tem morte confirmada por dengue hemorrágica; família aponta negligência

A morte de uma menina de apenas 7 anos, dois dias após seu aniversário, tem dilacerado uma família no Lago Sul, Distrito Federal. Pietra Isaac chegou a ser internada, mas não resistiu.

Inicialmente, Pietra foi atendida em uma clínica particular no Lago Sul, onde foi medicada e liberada sob recomendação de ingestão de líquido e repouso. No entanto, a menina teve piora grave e chegou a vomitar sangue.

Continua depois da publicidade

A família então procurou socorro no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), onde a menina chegou a dar entrada. Infelizmente, no entanto, Pietra não resistiu e teve óbito confirmado.

Pietra começou a passar mal no último dia 15, quando foi levada ao hospital Daher. Inicialmente, a menina recebeu diagnóstico de virose e bronquite. Após ser liberada, a menina teve piora grave e a família voltou à unidade.

Na segunda vez, uma médica identificou o quadro de dengue e recomendou que a família procurasse o Hmib, que é referência. Após troca de plantão, no entanto, um segundo médico discordou do diagnóstico da colega e recomendou que a criança voltasse para casa, fizesse repouso e ingestão de líquidos.

Apesar da recomendação do segundo médico, Pietra continuou a apresentar piora e a família procurou o Hmib, que é uma unidade pública. Infelizmente, não houve tempo e a menina faleceu no dia 17. Para a família, houve negligência.

Eu fico aqui com o meu sofrimento, sem minha filha, com dor no coração. Não consigo viver, não consigo me juntar. Noite e manhã, nos piores horários eu acabo aqui. A lembrança é muito grande”, desabafou a mãe.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais