Homem envia áudio para pastor após tirar a vida da namorada pois ela saiu de casa sozinha, diz a polícia; ouça

Um indivíduo de 20 anos se entregou às autoridades após cometer o assassinato de sua namorada, motivado pelo fato dela ter saído sozinha, mas antes tomou uma atitude que chamou a atenção.

O caso aconteceu na cidade de Formosa, região que fica no Entorno do Distrito Federal (DF). Antes de ser detido, o suspeito enviou uma mensagem de áudio a um pastor, solicitando preces.

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil (PC) esclareceu que o casal estava em um relacionamento há apenas duas semanas. “Queria avisar o senhor que eu vou ser preso, fiz uma burrice ontem e vou me entregar agora. Queria que o senhor fizesse uma oração por mim”, pediu.

O feminicídio teve lugar na noite da última terça-feira, dia 22, logo após o indivíduo retornar à sua residência em estado de embriaguez. Por razões não especificadas, o nome do suspeito não foi revelado, tornando impossível o contato com a defesa para obter comentários.

A responsabilidade sobre as investigações é do delegado Danilo Meneses, que vai coordenar os pormenores para que a investigação aconteça da maneira mais rápida possível a fim de esclarecer a dinâmica e motivação do crime.

O delegado relatou que a vítima, identificada como Gislene Ramos de Jesus Santos, com 26 anos de idade, encontrava-se na residência do seu namorado enquanto aguardava a desocupação da casa que havia alugado.

De acordo com informações, a vítima chegou à residência por volta das 22h30 e preparou uma refeição. “Ele chegou mais tarde e por ciúmes eles discutiram”, afirmou Danilo.

Em meio a uma altercação, o indivíduo teria usado as próprias mãos para estrangular sua namorada, a qual tentou se defender arranhando-o, porém, acabou perdendo a consciência no processo.

Em seguida ele teria desferido vários golpes na cabeça provocando um traumatismo cranioencefálico que a levou a morte. Antes de se render às autoridades, o indivíduo enviou uma mensagem a um pastor, expressando sua intenção de se entregar à polícia e aceitar a prisão.

Para ouvir o áudio CLIQUE AQUI!

Na manhã seguinte, quarta-feira, dia 23, o jovem compareceu à Polícia Militar (PM), onde admitiu sua autoria no crime. Posteriormente, ele foi encaminhado para o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), onde foi detido em flagrante.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais