Homem é preso após matar ex-namorada grávida e o motivo causa perplexidade

Uma tragédia chocante abalou Manaus, onde um homem foi preso preventivamente após ser apontado como autor do brutal assassinato de sua ex-namorada, Karine Sevalho Lima, de apenas 19 anos que estava grávida de sete meses.

Victor de Souza Rocha, 21 anos, foi detido quase um ano e meio depois do crime que chocou a região. De acordo com as autoridades policiais, o motivo que levou a essa tragédia estarrecedora foi um ato de racismo repugnante.

Continua depois da publicidade

Segundo relatos do delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) da Polícia Civil do Amazonas, Victor não aceitava ter um filho negro e pressionava insistentemente Karine para que ela realizasse um aborto.

A situação piorou no dia fatídico em que Karine foi ao encontro de Victor para informar que sua família tinha conhecimento de que ele seria o pai da criança e que não faria o aborto. O desentendimento entre os dois foi descrito como intenso, culminando com a brutal e trágica perda de vida da jovem gestante.

O crime foi marcado por tortura e agressões e o corpo de Karine foi descoberto com o rosto desfigurado e diversas perfurações, deixando a comunidade local horrorizada com tamanha violência.

As autoridades estão avaliando o caso para tipificá-lo como feminicídio e também investigando a questão do crime de racismo. Com a prisão preventiva de Victor, ele deverá responder por homicídio qualificado, aguardando a decisão da Justiça diante de um ato tão bárbaro e cruel.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais