Família identifica corpo de jovem encontrado no mar em Ipanema; mãe fez triste revelação

No início da tarde da última quarta, dia 8 de novembro, um corpo foi descoberto no mar próximo às Ilhas Cagarras, a cerca de 1,6 milhas da costa de Ipanema. A descoberta confirmou os temores da mãe, Alessandra da Silva, de 38 anos, que reconheceu o corpo como sendo de seu filho de 16 anos, Leonardo.

Leonardo, um estudante do 1º ano do ensino médio, desapareceu durante uma ressaca que atingiu o Rio de Janeiro. Ele participou de um passeio à cidade vindo de Resende, no Sul Fluminense, quando aconteceu uma tragédia.

A mãe, uma auxiliar de cozinha, fez a triste revelação que só soube da viagem quando os bombeiros já estavam em busca do adolescente.

A falta de comunicação sobre a viagem e a ausência de documentos e autorização materna para Leonardo viajar levantam questionamentos sobre a responsabilidade da viagem. Alessandra revelou que ninguém entrou em contato para verificar a permissão do jovem.

As equipes de busca, incluindo guarda-vidas, aeronaves, motoaquáticas e drones, foram mobilizadas para encontrar o adolescente após o mar invadir o calçadão no domingo, dia 5 de novembro. Infelizmente, Leonardo não resistiu.

A Prefeitura de Resende anunciou que custeará o funeral e o transporte da família de volta à cidade. O traslado do corpo está previsto para esta quinta, dia 9 de novembro. Leonardo, descrito como um jovem estudioso e alegre, amante do futebol, deixa um vazio na comunidade.

A tragédia destaca a importância da comunicação e supervisão em excursões envolvendo jovens, levantando questões sobre a segurança e responsabilidade nas viagens escolares. Enquanto a cidade chora a perda de Leonardo, a investigação sobre a situação do ocorrido está em andamento.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais