Bolsonaro planeja aumentar a dedução do IR para R$ 3.000 em 2022 e disse que governo não aumentará impostos

0 128
Continua depois da publicidade

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta quinta-feira (14) em transmissão ao vivo nas redes sociais que pretende aumentar a isenção do imposto de renda para todos que ganham até R$ 3 mil mensais no próximo ano, após reiterar que não foi possível a mudança da tabela do IR 2020 devido aos efeitos econômicos da pandemia Covid-19.

bolsonaro imposto 2022 - Bolsonaro planeja aumentar a dedução do IR para R$ 3.000 em 2022 e disse que governo não aumentará impostos
Imagem: (Reprodução / Google)

Bolsonaro disse que espera encerrar o mandato com a isenção do IR para quem ganha 5 mil reais por mês, mas admite que isso é impossível. Bolsonaro disse em uma transmissão ao vivo semanal nas redes sociais: “Tentaremos atingir pelo menos 3.000 em 2022.” “Devido à pandemia, não podemos adiantar a mudança na tabela de imposto de renda.”

Atualmente, a isenção tributária aplica-se a pessoas cuja renda mensal não ultrapasse R $ 1.903,98.

Bolsonaro enfatizou ainda que o governo federal não tem planos de aumentar os impostos federais. O presidente criticou o aumento “em plena pandemia” do “Imposto sobre Distribuição de Bens e Serviços (ICMS) implantado em São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro disse: “No meu governo, não temos aumento de impostos federais.”

Ele lembrou que a medida foi endossada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente também mencionou que costuma ser o responsável pelo aumento dos preços dos produtos no país, ainda que esses preços aumentem parcialmente. O presidente deu ênfase: “São Paulo aumentou o ICMS em quase todos os aspectos”.

Uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa (Alesp) em outubro autorizou a redução linear de 20% nos incentivos fiscais concedidos aos setores econômicos. Devido à pandemia, o governo de São Paulo suspendeu as medidas para reduzir os subsídios do ICMS para alimentos e medicamentos genéricos no dia 6 de junho.

Continua depois da publicidade

Bolsonaro comparou e citou a redução do governo federal de impostos e tarifas de importação sobre produtos que combatem a COVID-19.

Segundo Bolsonaro, seu governo “desempenhou um papel” durante a crise sanitária do novo coronavírus. Disse ele: “O governo federal está fazendo tudo o que pode para ajudar a combater a pandemia.”

O presidente mais uma vez criticou as restrições contra covid-19. Ele disse que não é o responsável pelo fechamento e que o papel do chefe do Executivo é garantir os “recursos e meios” do poder público estadual e municipal.

Siga-nos no  google news logo - Bolsonaro planeja aumentar a dedução do IR para R$ 3.000 em 2022 e disse que governo não aumentará impostos

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.