Adolescente de 18 anos perde a vida após receber 50 disparos de arma de fogo

Na segunda-feira (24), um trágico incidente ocorreu no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. Um rapaz de apenas 18 anos, encontrava-se sentado em frente à sua residência quando teve sua vida ceifada por 50 disparos de arma de fogo.

A brutalidade do ocorrido chocou a comunidade local. A dupla, supostamente responsável pelo ataque, evadiu-se do local e permanece foragida, gerando preocupação e medo na população.

De acordo com o registro policial, o jovem estava na companhia de um colega durante o incidente. Eles conversavam tranquilamente quando foram surpreendidos por dois indivíduos em uma motocicleta. Os criminosos não hesitaram e iniciaram os disparos contra o jovem, sem dar chance de defesa ou fuga.

Os tiros foram tão numerosos que, em determinado momento, as munições da arma se esgotaram. Entretanto, isso não impediu o responsável pelos disparos de recarregar a arma e continuar a atirar, mesmo com o jovem já caído no chão, demonstrando frieza e crueldade.

Após o crime, a dupla deixou o local rapidamente, dificultando a identificação e a captura pelos órgãos de segurança. O Grupo de Operações e Investigações (GOI) foi acionado e iniciou imediatamente as buscas para localizar os responsáveis pelos tiros.

Enquanto isso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para socorrer a vítima. Infelizmente, ao chegar ao local, a equipe médica constatou que o rapaz já havia falecido em decorrência dos múltiplos ferimentos.

A investigação também revelou que o jovem possuía antecedentes criminais por estupro de vulnerável e delitos de furto. No entanto, isso não justifica a violência sofrida e a perda de uma vida tão jovem.

O episódio foi registrado como assassinato intencional cometido por duas ou mais pessoas e homicídio qualificado, caracterizado por emboscada ou mediante dissimulação.

O caso está sob responsabilidade da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.

A polícia agora trabalha para identificar os autores do crime e esclarecer suas motivações, bem como estabelecer se há relação entre o passado da vítima e o ataque sofrido.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais