Quem eram os donos de restaurante paradisíaco na BA que foram encontrados sem vida

A Polícia Civil da Bahia está investigando a morte de um casal dono de um restaurante, na região de Porto Seguro. Ambos foram encontrados com várias marcas de tiros espalhados pelo corpo, nas margens de um rio.

As vítimas foram identificadas como o chefe espanhol, David Pegrina Capó, de 53 anos de idade, e a esposa dele, Érica da Silva Santos, de 38 anos de idade. Eles comandavam há seis anos o restaurante Ilha dos Ribeirinhos, localizada na Ilha do Pau do Macaco.

Continua depois da publicidade

“Sabemos que David e Érica eram pessoas muito queridas por todos pelo seu carinho, profissionalismo, amizade e alegria. Para sempre os teremos em nossa memória e em nosso coração com muita gratidão e saudade”, disse o perfil oficial do estabelecimento.

David era espanhol, natural de uma pequena ilha do mediterrâneo, enquanto Érica era brasileira, nascida na Bahia. O casal compartilhava o comando do restaurante que atraia diversos clientes, tanto pela culinária quanto pela paisagem paradisíaca que faz parte do local. 

Uma das especialidades da casa é o prato paella que conta com arroz e frutos do mar. Nas redes sociais, o chef tinha o costume de compartilhar imagens das refeições que preparava.

Por conta de seu talento, o chefe participou de diversos eventos de gastronomia e chegou a declarar que o seu restaurante era a realização de um sonho que apenas sua esposa conseguiu entender, enquanto outros mal conseguiriam imaginar.

Muitos lamentam toda a situação e o caso continua a ser investigado pelas autoridades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais