Briga envolvendo um policial teria provocado tiroteio em bloco de carnanal no RJ que deixou vítimas fatais imagens viralizam

Na Praia do Anil, localizada em Mauá, Magé, na Baixada Fluminense, localizadas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, houve um tumulto que resultou na morte de pelo menos quatro indivíduos.

Acredita-se que uma dessas vítimas seja uma criança, de acordo com informações fornecidas pela prefeitura municipal. Segundo relatos postados nas mídias sociais, muitos foram alvejados por tiros na área.

Continua depois da publicidade

De acordo com as autoridades, o caos teve início devido a uma disputa envolvendo um oficial de polícia. Veja a seguir os vídeos que foram compartilhados.

Vídeos que foram amplamente compartilhados nas plataformas de redes sociais mostram uma cena horrenda com três pessoas caídas no chão com ferimentos. A comunidade online lamenta as mortes que ocorreram no local.

Sobre o incidente, ainda não houve pronunciamento das autoridades policiais, tanto a Polícia Civil quanto a Polícia Militar estão sendo procuradas para esclarecimentos.

A prefeitura de Magé emitiu uma nota expressando profundo pesar pelo ocorrido durante a dispersão do Bloco das Piranhas.

Conforme a prefeitura, o tumulto teria sido causado por uma possível briga envolvendo um policial, o que resultou em vítimas fatais e feridos.

A nota também destaca que, embora não tenha organizado o carnaval, a prefeitura prestou apoio aos blocos, incluindo mais de 40 homens da Guarda Civil e da Ordem Pública, além de 120 seguranças privados, bem como todo o suporte do 34° BPMERJ. A rede de saúde está prestando todo o atendimento e suporte aos feridos.

Pelo menos 19 pessoas ficaram feridas, elas foram socorridas e encaminhadas para unidades de saúde da região.

Duas mortes foram confirmadas: Maria Eduarda Carvalho Martins, de 9 anos, que estava na praia durante o carnaval, foi baleada e morreu na hora. O mesmo aconteceu com Gabriela Carvalho de Alvarenga, 35 anos de idade.

Nas redes sociais imagens do desespero de centenas de pessoas em meio ao caos vem gerando muita revolta, as cenas são impactantes e desesperadoras, há relatos de que uma menina de apenas; confira:

Foi determinado pela Prefeitura que o apoio à programação do Carnaval na cidade fosse suspenso, e está sendo feito um apelo para que todos os blocos cancelem seus desfiles.

Os hospitais que estão recebendo os feridos são o Hospital Adão Pereira Nunes e o Hospital Municipal de Magé.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais