Bebê de um ano falece em tipo de acidente que está entre os que mais ceifam vidas de crianças no Brasil

Um terrível acidente doméstico ceifou a vida de uma garotinha de apenas um ano de idade, deixando sua família mergulhada na dor da perda de um ente querido.

A garota foi vítima de um dos tipos de acidente que mais matam crianças no Brasil e por isso os pais e responsáveis precisam ser conscientizados a respeito do perigo eminente de afogamento, em piscinas, rios, riachos, no mar e no caso dos bebês até mesmo em baldes.

Continua depois da publicidade

Neste caso a vítima foi identificada como Sara Silva Bueno, foi a óbito por afogamento na piscina da residência onde estava com sua família, nas primeiras horas da manhã deste sábado (4), na cidade de Pompéia, localizada no interior do estado de São Paulo.

Quando perceberam que a criança estava se afogando, os parentes a retiraram da água e a conduziram às pressas até a Santa Casa de Pompéia. Lamentavelmente, ao chegarem à unidade hospitalar, a menina já havia falecido.

O sepultamento de Sara foi agendado para ocorrer ainda hoje, às 18h, no Cemitério Municipal de Pompéia. A Polícia Civil conduzirá uma investigação sobre o caso.

Afogamentos

De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático, o afogamento é a principal causa de óbito em crianças com idades entre 1 e 4 anos. Além disso, estatísticas da mesma instituição indicam que a cada três dias, uma criança perde a vida devido ao afogamento no Brasil.

Em escala global, os dados se tornam ainda mais alarmantes. De acordo com um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS), caso houvesse um investimento maior na prevenção de mortes por afogamento, mais de 774 mil óbitos de crianças poderiam ser evitados até o ano de 2050.

Para prevenir afogamentos em crianças, duas medidas são amplamente recomendadas: conscientização antes de entrar nas águas do mar, rios e piscinas, e a participação em aulas de natação. Além disso, é essencial cuidar adequadamente das boias e dispositivos de segurança.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais