Bebê de 1 ano tem a vida tirada pela própria mãe dentro de berço, delegado faz confissão e motivação é exposta

Nesta quinta-feira, dia 25 de outubro, foi divulgado por diversos canais de comunicação a morte da bebê Júlia, de apenas 1 ano de idade. Ela morreu após ter sido atacada pela própria mãe dentro de seu berço, recebendo diversas facadas pelo seu corpo.

Logo após ter cometido o crime, a mulher foi até uma delegacia e confessou todo o crime.  Para as autoridades, não existem dúvidas da autoria da situação e a mãe terá que responder por infanticídio. 

Continua depois da publicidade

Diego Garcia, o delegado responsável pelo caso, concedeu um depoimento diante do assunto e fez uma confissão sobre o que teria visto.

Em 12 anos de polícia, eu confesso que foi uma das cenas que mais me causaram repulsa pela quantidade de ferimentos nessa criança, em seu leito de dormir, que era um berço”, declarou ele.

O crime aconteceu na região de João Pessoa, na Paraíba. A morte da criança teria acontecido logo após uma discussão que ocorreu entre a mãe e o pai da bebê. A discussão resultou no fim do relacionamento entre os dois.

A criança de 1 ano era a única filha do casal e tinha feito aniversário no dia 14 de outubro. Neste momento, as autoridades estão aguardando os laudos que irão revelar mais detalhes diante de todo o triste crime. 

A mãe alega que teria tido um surto após o término da relação com o marido, pois entendeu que a família do homem iria tentar tomar a criança dela. Ela alega arrependimento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais