Atriz e cantora falece após mais de um mês internada; ela era um grande ícone da música brasileira

Nesta segunda-feira (28), foi a óbito uma querida cantora de sucesso no Brasil. Lana Bittencourt, que era conhecida em todo o país por seus trabalhos memoráveis, tinha 91 anos e estava internada no Hospital Alcides Carneiro, em Petrópolis desde o julho.

As informações acerca do falecimento foram confirmadas pela própria unidade de saúde. A causa da morte foi uma parada cardíaca. Nas redes sociais, muitos fãs lamentaram a perda e deixaram as últimas mensagens para a diva.

Continua depois da publicidade

Lana deu início a sua trajetória no meio artístico ainda muito jovem, no ano de 1954. Se apresentando em ritmos e idiomas variados nos palcos, a veterana se tornou uma das pioneiras do rock no Brasil.

Entre os tipos de músicas cantados pela famosa estão o samba-canção, samba-exaltação, calypso, fox, twist e bolero. Lana estourou em 1950, quando gravou a música Se Todos Fossem Iguais a Você, do renomado Tom Jobim.

A artista lançou o álbum Intimamente, que rendeu cerca de 350 mil unidades vendidas na época. Uma das canções mais populares da celebridade é Se Alguém Telefonar, que foi lançada em 1955.

Além de cantar, Lana também trabalhou como atriz no cinema, onde fez sua fama aumentar ainda mais. Entre as produções com participação da artista estão Jeca Tatu, As Aventuras de Pedro Malasartes e Chofer de Praça.

Há pouco tempo, a famosa havia fechado com uma gravadora que deve relançar 72 sucessos de sua carreira.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais