Adeus à ‘Super Chico’: Mãe relata os últimos momentos de vida de Francisco e comove o Brasil: ‘Dor dilacerante’

Na madrugada desta segunda-feira (6), o “menino mais forte do mundo”, o ‘Super Chico’, faleceu vítima de uma parada cardíaca, na cidade de Bauru, localizada no interior de São Paulo.

Francisco Bombini, de 6 anos, ficou conhecido nacionalmente após ganhar a alcunha de ‘Super Chico’, após vencer a Covid-19 por duas vezes.

Continua depois da publicidade

O garotinho nasceu com síndrome de Down e com outras complicações de saúde, ‘Super Chico’ nasceu prematuro, e passou pelo primeiro procedimento cirúrgico ainda durante a gestação e após o nascimento fez outras seis cirurgias, por causa de problemas renais, cardíacos e hipotireoidismo.

Após nascer prematuro, ‘Super Chico’ ficou morando por seis meses no hospital. Nesta ocasião, Daniela Guedes Bombini, mãe de Francisco, começou a compartilhar a rotina do garotinho, um verdadeiro guerreiro que batalhou por sua vida e chegou a vencer a Covid-19 por duas vezes.

Francisco ficou conhecido como ‘Super Chico’, após uma matéria especial exibida pelo Fantástico e passou a ter milhares de seguidores nas redes sociais.

Para assistir ao vídeo com a reportagem CLIQUE AQUI!

Últimos momentos de vida do ‘Super Chico’

Daniela revelou que viu Francisco em bom estado de saúde na noite de domingo (5), até o momento em que ele foi dormir.

Quando a enfermeira que estava de plantão e que ajudava nos cuidados de Francisco, no cumprimento do protocolo, foi verificar os sinais vitais de Francisco, não os sentiu.

A partir deste momento, começaram as horas mais desesperadoras da família.

A mãe relatou que assim que chegou no quarto passou a fazer massagem cardíaca em Francisco e dentro do carro até o hospital, Daniela também fez respiração boca a boca.

Já no hospital os médicos fizeram o possível para reanimar ‘Super Chico’, aplicaram adrenalina, realizaram manobras de ressuscitação e o entubaram.

Entretanto, cerca de 20 minutos após Francisco ter dado entrada no hospital, a família recebeu a notícia que o menino não resistiu e evoluiu para o óbito.

“Cheguei a me perguntar o porquê, mas não tem resposta. Eu acho que foi a hora que ele tinha que ir. Eu fiquei com incógnitas na cabeça. Não cai a ficha na hora. É uma dor dilacerante e você se sente impotente de não poder fazer nada”, lamentou a mãe.

Nas redes sociais a linda homenagem que Daniela fez para o filho gerou uma enorme comoção, a postagem teve mais de 30 mil comentários e milhares de likes.

Nas redes sociais o adeus ao Super Chico causou comoo Foto Instagram Reproduo

Daniela Bambini velando o filho Super Chico em Bauru SP Foto Desiree Assisg1

‘Super Chico’ foi velado e sepultado sob forte comoção na cidade de Bauru, no Cemitério Jardim do Ypê, às 16h30.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais