Menina autista de 5 anos perde a vida em acidente doméstico enquanto mãe alimentava sua irmã gêmea

Uma família está mergulhada na dor do luto devido a perda de um ente querido, neste caso de uma menina de apenas cinco anos de idade.

A criança faleceu por afogamento na piscina da residência da família nesta última quinta-feira (16), situada na zona Oeste da cidade de Boa Vista, capital do estado de Roraima.

A mãe, de 29 anos, informou à Polícia Militar que a vítima era gêmea de outra menina. A mãe relatou à Polícia Militar que alimentou a vítima e, em seguida, foi trocar e alimentar a irmã gêmea.

Ao concluir essas tarefas, a mãe afirmou que procurou pela filha, não a encontrou e notou que a porta de casa estava aberta.

De imediato, a mãe correu até a piscina e encontrou a filha caída na água, sem apresentar movimentos. Ela pediu socorro, e apesar dos esforços dos vizinhos para reanimar a criança, não obtiveram sucesso.

A mãe também relatou aos agentes da Polícia Militar que suas filhas gêmeas eram autistas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e também tentou reanimar a vítima, mas foi em vão.

Ao prestar depoimento à Polícia Militar, a mãe das meninas mencionou que estava sozinha com as filhas.

Ela também afirmou que a porta da residência estava trancada e que desconhecia como a menina conseguira abri-la e atravessar o portão que dava acesso à piscina da casa.

A Polícia Militar solicitou a presença da perícia forense da Polícia Civil para realizar os trabalhos necessários. O Instituto Médico Legal fez a remoção do corpo da criança.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais