Dentro de um destes apartamentos aconteceu um crime bárbaro envolvendo mãe e filho adolescente

Uma família está mergulhada em um pesadelo após a ocorrência de um crime brutal. De acordo com as primeiras informações colhidas pela polícia, o caso aconteceu neste último sábado (9).

O jovem de 16 anos tirou a vida de sua mãe, uma recepcionista de 37 anos, no apartamento em que residiam, situado em um conjunto habitacional na zona leste de São Paulo.

De acordo com o relato registrado no boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender a um incidente de violência doméstica no conjunto habitacional em que residiam.

Ao chegarem ao apartamento, depararam-se com a mulher caída, em estado inconsciente, apresentando múltiplos ferimentos causados por faca. Vizinhos tentavam auxiliar com os primeiros cuidados médicos.

Diante da gravidade do caso os policiais militares que atenderam a ocorrência pediram apoio para que a vítima fosse recebesse os cuidados necessários e fosse levada para um pronto-socorro mais próximo.

Socorristas do Corpo de Bombeiros, realizaram o resgate e o transporte da vítima para uma unidade de saúde, contudo, devido aos ferimentos incompatíveis com a vida, a mulher não resistiu e evoluiu para o óbito.

Sem entrar em mais pormenores, conforme relatado no boletim de ocorrência, o filho da recepcionista admitiu ser o responsável pelas facadas.

De acordo com os agentes de segurança, o jovem alegou ter se envolvido em uma “discussão acalorada” com sua mãe, culminando com ele desferindo vários golpes de faca de maneira agressiva.

O adolescente não apresentou qualquer forma de oposição à sua detenção, o que dispensou o uso de algemas por parte dos policiais. Ele foi conduzido ao 65º Distrito Policial, onde foi apreendido e posteriormente encaminhado à Vara da Infância.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais