Os especialistas fazem um grande alerta: Se você costuma matar esse bichinho em sua casa, deve parar com urgência

Certamente você já se deparou com essa criatura em algum ambiente, como no quintal, jardim ou até mesmo dentro de casa. Apesar de sua aparência intimidadora, não é necessário exterminar essa criatura.

Esses seres preferem habitar ambientes sombreados e abafados, onde o frio prevalece e a luz é escassa. Em outras palavras, eles gostam de espaços frios e com pouca ventilação.

VEJA TAMBÉM
Continua depois da publicidade

Secadores de mãos dentro do banheiro sopram partículas de…

Existem várias localizações onde é possível encontrá-las, incluindo adega, banheiro, fendas nas paredes e até mesmo lavanderias. Esses ambientes são os mais frequentes em que elas conseguem sobreviver.

Estamos, de fato, falando sobre a centopeia. Contrariando nossa percepção inicial, é importante não tentar eliminá-la, pois ela desempenha um papel significativo dentro de nossas residências. Agora você pode se questionar, qual é esse papel e por que ele é importante?

Surpreenda-se ao conhecer os benefícios ambientais proporcionados por essa fascinante criatura, que pode gerar medo e aversão em muitos indivíduos. A seguir, apresentamos como a presença da centopeia contribui para o aprimoramento do solo do jardim, estimulando o crescimento saudável das plantas e atuando no controle de pragas, como as baratas, entre outros exemplos.

Surpreendentemente, no Japão, a centopeia é criada como um animal de estimação e recebe o nome de Geji-Geji. Já no Brasil, é conhecida popularmente como lacraia, uma misteriosa criatura que frequentemente aparece nas residências do país.

Portanto, é aconselhável considerar cuidadosamente antes de eliminar esse ser que pode não ser bonito, mas desempenha um papel significativo no equilíbrio ambiental.

A picada da centopeia pode ser fatal?

De acordo com Andreas Köhler, professor do Departamento de Biologia e Farmácia da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), a probabilidade de morte é praticamente insignificante. Embora todas as criaturas venenosas possam, em teoria, causar a morte com suas picadas, a chance disso ocorrer é muito baixa, conforme explicou o professor.

Casos mais graves podem ocorrer, principalmente quando a vítima apresenta uma saúde fragilizada, como no caso de crianças e idosos, ou se houver uma reação alérgica. Köhler explica que a reação alérgica geralmente ocorre entre duas e três horas após a picada e pode resultar na produção excessiva de muco, que, se atingir os pulmões, pode representar um risco de morte. Além disso, pode haver casos de parada cardíaca. O professor ressalta que é a reação em si, e não o veneno em si, que pode levar à morte.

Medidas preventivas para não ser picado

As centopeias são criaturas noturnas que se escondem em locais escuros durante o dia. Portanto, é altamente provável encontrá-las debaixo de pedras, folhas ou cascas de árvore. Em ambientes domésticos, elas podem surgir em hortas, canteiros ou jardins. A principal precaução para evitar uma picada é ter cuidado ao mexer em pedras ou folhas. De acordo com Köhler, usar luvas ao trabalhar no jardim ou na horta já ajuda impedir que o animal pique a pessoa.

Se as medidas preventivas não forem eficazes, recomenda-se que a vítima busque cuidados médicos, de acordo com as orientações do biólogo. Köhler ressalta que um dos desafios é que muitas pessoas aguardam o surgimento de sintomas visíveis após uma picada, como inchaço, porém é crucial buscar assistência em uma unidade de saúde o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais