Vizinhos pensam que espancamento é ‘barulho de obra’ e mulher falece nas mãos do marido sem socorro

A profissional de enfermagem Simone Maria dos Santos veio a óbito na última segunda-feira (1º), aos 49 anos, após sofrer uma brutal agressão dentro de sua própria casa. O principal suspeito de cometer o crime é seu marido. O trágico acontecimento ocorreu no bairro Vila Laura, localizado em Salvador, na Bahia.

Segundo relatos de testemunhas, os impactos provocados pelo agressor eram de tal magnitude que os sons produzidos pelos espancamentos lembravam barulhos de construção.

Essa semelhança acabou fazendo com que os vizinhos demorassem um tempo significativo para compreender que a mulher estava sendo vítima de violência. Foi somente quando Simone implorou por socorro que os moradores da região decidiram acionar a Polícia Militar.

Entretanto, ao chegar ao local do ocorrido, a guarnição encontrou a vítima já sem vida. O esposo, por outro lado, havia pulado da janela e sofrido ferimentos, considerando que o apartamento em que residiam fica no terceiro andar.

Como resultado, o homem caiu em um vão de subsolo e precisou ser socorrido, sendo posteriormente levado ao Hospital Geral do Estado (HGE). Atualmente, ele permanece detido sob custódia e é alvo de investigações conduzidas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Conforme os depoimentos de parentes, o suspeito possuía um histórico de comportamento agressivo em relação à vítima. Além disso, descreveram Simone como uma mulher introvertida e discreta, de maneira que poucos mantinham contato com ela fora de casa.

Agravando ainda mais a situação, o marido teria tentado, em momentos anteriores, arremessar sua companheira da janela, mas sem sucesso. Adicionalmente, ele também teria tentado tirar a própria vida da mesma maneira.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais