Vídeo! Passista da Grande Rio desabafa após se internar para operar do útero e sair com o braço amputado; ‘eles acabaram com minha vida’

O passista da Escola da Samba Grande Rio, Alessandra dos Santos Silva, de 35 anos de idade, está passando por um dos piores momentos de sua vida após ter o braço direito amputado quando se internou para a retirada de um mioma.

Alessandra entrou para o centro cirúrgico no dia 3 de fevereiro deste ano, após todos os exames pré-operatórios atestarem que ela estaria em perfeita saúde para passar com segurança pelo procedimento, rotina comum antes de qualquer cirurgia, mesmo a de retirada de mioma que é simples.

Porém, na noite do mesmo dia que foi operada no Hospital Heloneida Studart, em São João de Meriti, Alessandra começou apresentar uma hemorragia interna.

No dia seguinte, a passista passou por outra cirurgia onde o útero foi retirado totalmente, na sequencia, familiares detectaram que os dedos de Alessandra estavam com uma coloração escura.

O caso continuou agravando e assim, no dia 6 de fevereiro, a paciente foi transferida para o Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, em Botafogo, para passar por procedimento de drenagem no braço, por conta de uma necrose no membro. Veja o vídeo a seguir.

De acordo com a direção do hospital, o procedimento de drenagem não obteve sucesso e, no dia 10 do mesmo mês, o braço de Alessandra foi amputado. Cinco dias depois ela teve alta hospitalar e foi mandada para casa sem o braço direito e sem o útero.

Assista o vídeo com maiores detalhes sobre o caso:

De acordo com a mãe de Alessandra que também participou da entrevista, hoje, 2 meses e meio depois da amputação nenhuma autoridade explicou porque teve o braço amputado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais