Quem são os irmãos que foram ‘engolidos’ por cratera que se abriu em uma rua no RJ

Nas últimas horas um vídeo que mostra o momento em que dois irmãos caem dentro de uma verdadeira cratera viralizou.

Na Tijuca, Zona Norte do Rio, uma cena impressionante ocorreu no último dia 24 de abril. Dois irmãos foram surpreendidos por uma cratera que se formou no meio da Rua Conde de Bomfim, uma das vias mais movimentadas da região. No entanto, somente nesta terça-feira (16) as imagens desse incidente vieram à tona.

Continua depois da publicidade

A profundidade do buraco alcançava aproximadamente 2,5 metros. Em um registro captado por uma câmera de segurança, pode-se testemunhar o momento em que os irmãos, Jeanpierri Soares da Silva e Alexander Soares da Silva, são engolidos repentinamente pelo solo cedendo sob seus pés. Rapidamente, um grupo de mototaxistas veio em seu socorro, resgatando-os das profundezas do buraco.

Após serem socorridos pode-se observar que irmãos sofreram escoriações no corpo e luxações. Alexander foi atendido em uma unidade de saúde, no Centro do Rio, e Jeanpierri no Hospital São Francisco da Providência, na Tijuca.

Na terça-feira, agentes da 19ª DP (Tijuca) adquiriram as impactantes imagens da queda ocorrida no incidente. A delegacia está encarregada de investigar as circunstâncias e as possíveis responsabilidades relacionadas ao acidente. Confira o vídeo a seguir.

Para assistir ao vídeo CLIQUE AQUI!

Jeanpierri recorda vividamente a situação ao chegar ao hospital, onde os médicos expressaram dúvidas quanto à veracidade de sua história, suspeitando de um acidente de moto. Desde então, o jovem decidiu evitar passar pela calçada que cedeu, preferindo outro caminho para sua segurança.

O buraco foi prontamente reparado pela prefeitura como medida pós-incidente. Contudo, mesmo assim, Jeanpierri continua apreensivo quanto a uma possível nova ocorrência de desabamento.

O jovem ressalta a presença de um horto nas proximidades, onde a água flui constantemente em direção à calçada, o que pode resultar em infiltrações e danos ao passeio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais