Quem é o torcedor que teve a vida tirada por policial em bar lotado no RJ; vídeo flagrou o momento

Neste sábado, dia 1 de abril, um torcedor do Fluminense teve a sua vida tirada após ter ido até um bar lotado que fica localizado próximo ao estádio do Maracanã.

Uma outra pessoa também ficou ferida por conta do tiroteio que se iniciou no local. As balas foram disparadas por um Policial Penal que estava de folga.

O autor do crime foi identificado pelo nome de Marcelo de Lima. Diante de suas ações, ele precisou ser encaminhado para a Delegacia de Homicídios por policiais militares.

No local, o policial respondeu por homicídio qualificado por motivo fútil contra Thiago Leonel Fernandes de Mouta e tentativa de assassinato contra Bruno Tonini Moura, que se encontra em uma unidade de saúde. Veja o vídeo a seguir.

Um vídeo chegou a flagrar todo o momento da ação.

VEJA O VÍDEO AQUI

As pessoas estavam se divertindo no bar, quando, nove tiros são efetuados. Inicialmente, os torcedores não conseguem entender o que está acontecendo, mas ao perceberem do que se trata, logo buscam se abrigar e se proteger.

A concetração de torcedores ocorreu devido ao clássico FlaXFlu, que ocorreu no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Apesar disso, a briga, não tem relação com a partida.

Informações iniciais indicam que o policial teria discutido com as vítimas. E em certo momento, teria disparado contra elas.

O caso está sendo investigado pelas autoridades. A Secretaria de Administração Penitenciária chegou a emitir uma nota:

“Repudia todo ato de violência praticado pelos seus servidores e acrescenta que será aberto um Procedimento Disciplinar Administrativo”, disseram.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais