Quem é a jovem de 22 anos que perdeu a vida nas mãos de um homem que um dia lhe jurou amor

Nesta terça-feira (2), a família de Karolina Pereira, de 22 anos, confirmou a triste notícia da morte da jovem, que foi baleada pelo ex-namorado, Messias Cordeiro, na cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Patrícia Pereira, mãe da vítima, relatou ao G1 a dor e o sofrimento da perda da filha.

“Sai do hospital sem um pedaço meu. Minha filha era brilhante, ela amava viver, dançar e estar com os amigos. A minha filha lutava pela vida, era trabalhadora e não tinha medo de nada”, desabafou a mãe de Karolina.

O ferimento gravíssimo na região do crânio sofrido por Karolina Pereira resultou em morte encefálica seguida de parada cardíaca, como confirmado pela Santa Casa, hospital em que a jovem estava internada há 48 horas.

No bairro Jardim Colibri, em 30 de abril deste ano, Messias Cordeiro matou Luan Roberto de Oliveira, de 24 anos, e Karolina Pereira, de 22 anos, ex-namorada do assassino. O corpo de Karolina ainda não foi liberado para o velório, pois será submetido a exames periciais, de acordo com a mãe da vítima, Patrícia Pereira.

Messias Cordeiro, de 25 anos, confessou o homicídio e femicídio em áudios enviados para a mãe de Karolina. A crueldade empregada no áudio do assassino relatando como assassinou a jovem deixou a família chocada e em respeito aos entes queridos de Karolina.

O suspeito, Messias Cordeiro, confessou ter premeditado o crime e ter como objetivo matar Karolina em um relato frio e detalhado sobre o homicídio e tentativa de feminicídio. Ele confirmou ter sido o responsável pelos disparos.

No domingo (30), Messias se entregou à Polícia Civil na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), acompanhado de um advogado. Durante o interrogatório, a delegada Eliane Benicasa afirmou que o suspeito confessou todos os crimes e não demonstrou arrependimento.

Por volta das 2h50 da madrugada deste domingo (30), Luan Roberto de Oliveira foi assassinado com um tiro no tórax, que atingiu seu coração, enquanto acompanhava a colega de trabalho Karolina até sua casa.

Luan foi sepultado nesta segunda Karolina morreu na Santa Casa de Campo Grande Foto Redes SociaisReproduo
Luan foi sepultado nesta segunda. Karolina morreu na Santa Casa de Campo Grande. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

O caso segue sob investigação.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais