Quem é a estudante de direito encontrada sem vida com peso amarrado nos pés em rio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está diante de um crime repleto de mistérios e com requintes de crueldade, após um corpo ser resgatado no município de Nova Iguaçu.

Na última quinta-feira (21), foi localizado o corpo de uma jovem no Rio Guandu, na cidade de Nova Iguaçu, localizada na Baixada Fluminense, que fica na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

A identificação de Paola Vitória da Conceição foi feita pelos parentes por meio de uma chamada de vídeo enquanto tentavam registrar o desaparecimento.

A moça de 23 anos estava desaparecida desde a noite de quarta-feira (20). A última vez que Paola foi vista foi no bairro Jardim Paraíso, também em Nova Iguaçu, acompanhada de sua irmã de 14 anos, que é autista.

A irmã da vítima será convocada pela polícia para colaborar na elucidação do desaparecimento. No entanto, os familiares suspeitam que Paola possa ter sido alvo de feminicídio.

A família foi informada sobre o falecimento por meio de um vídeo exibido na delegacia durante o processo de registro do desaparecimento da jovem. Oficialmente, o corpo foi identificado nesta sexta-feira (22).

Os parentes relataram que a jovem apresentava sinais de agressão no corpo e na cabeça, e um objeto pesado estava amarrado aos seus pés – possivelmente numa tentativa de afundar o corpo no rio.

Paola estava envolvida no ramo de eventos e celebraria seu 24º aniversário na próxima sexta-feira (29). A jovem estava cursando o nono período do curso de Direito.

A confirmação da morte da estudante causou uma enorme consternação na comunidade local. Não há informações sobre o velório e sepultamento da estudante.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais