Pai é preso em flagrante após deixar filha de 3 anos por mais de um mês sem comer

Um homem foi preso em Rio Claro, São Paulo, acusado de maus-tratos. O caso é revoltante e envolve uma criança de 3 anos que foi privada de alimentação por cerca de 40 dias, segundo apontam as investigações.

A menina vivia com o pai após a morte da mãe, mas a avó materna lutava pela guarda. Segundo as informações do caso, as autoridades tomaram conhecimento das suspeitas da avó sobre o bem-estar da neta.

Continua depois da publicidade

As suspeitas da mulher começaram quando ela passou a ter dificuldade para visitar a menina, por empecilhos criados pelo pai da criança. Após tentativas, a avó decidiu acionar as autoridades, que receberam uma ordem judicial para entrar na casa onde pai e filha moravam.

Oficiais de Justiça, agentes do Conselho Tutelar e Guardas Municipais estiveram no local e constataram o estado insalubre em que a criança era mantida. Segundo relatos, o local apresentava sujeira e não tinha comida.

Aos policiais, o homem confessou que vinha mantendo a filha sem comida por dias. As autoridades estimam que a criança passou cerca de 40 dias sem ser alimentada. O homem também admitiu que a intenção era matar a si mesmo e a criança, mas não explicou porque.

A menina, segundo os relatos, tinha ossos aparentes e pesava apenas cerca de 8 quilos. Ela foi resgatada e levada ao hospital, com quadro de desnutrição. Passando por atendimento, ela tem quadro estável.

Já o pai da menina, que não teve o nome revelado, também precisou de atendimento médico por apresentar quadro de desnutrição e depois foi encaminhado à delegacia. Segundo as informações, o homem foi preso em flagrante.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais