Padrasto alega que tirou vida de enteada de 2 anos de forma impiedosa por conta de ‘pirraça’ da criança

Neste último domingo, dia 20 de agosto, as autoridades prenderam um homem que é suspeito de ter tirado a vida de uma criança de apenas 2 anos de idade, na região de Niterói, no Rio de Janeiro. A menina foi identificada pelo nome de Anna Rebeka de Souza Braz, sendo encaminhada para uma unidade de saúde pelo próprio agressor, com diversos sinais de ter sofrido maus-tratos.

Segundo as autoridades, a denúncia teria sido feita pelos profissionais de saúde que atenderam a menina. Ela foi levada pela mãe e pelo padrasto até o local, e quando deu entrada, o seu óbito foi confirmado.

Continua depois da publicidade

Através de um depoimento, o homem confessou todo o crime e contou que agrediu a menina com nove socos. De acordo com ele, a motivação teria sido devido a criança estar fazendo ‘pirraça’. A mãe, o pai biológico e a babá também se pronunciaram na delegacia, e de acordo com a babá, as agressões eram constantes e a criança sempre tentava se desviar.

No momento, o caso está sendo investigado pela delegacia. Contra o homem, foi emitido um mandado de prisão temporária. As investigações continuam para tentar entender se a mãe agiu de forma omissa em toda a situação.

Infelizmente, ocorrências de agressão contra crianças são comuns no Brasil, e na grande maioria das vezes, o crime acontece dentro de suas próprias casas, sendo cometido por pessoas próximas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais