Mulher ateia fogo contra o próprio marido em discussão

A violência doméstica é uma realidade e um grande desafio para as forças de segurança pública, especialmente porque geralmente é uma forma de violência que acontece dentro de quatro paredes.

Na maioria dos casos, a violência é geralmente praticada por homens. No entanto, existem casos que demostram o quão mais complexa pode ser esse tipo de dinâmica, principalmente entre casais.

Em São Francisco do Sul, Santa Catarina, um homem de 42 anos precisou de socorro médico após ser atacado pela própria esposa. Segundo as informações, a mulher usou álcool para atear fogo contra o parceiro.

De acordo com as informações, a situação começou com uma discussão. O atrito evoluiu a ponto da mulher partir contra o parceiro, com agressões e depois fogo.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a mulher jogou álcool contra o parceiro e depois ateou fogo no homem. Ele foi socorrido com queimaduras graves nos braços, abdômen e costas.

O homem foi socorrido e levado ao Hospital e Maternidade Nossa Senhora Da Graça. Segundo as informações iniciais, o homem deu entrada na unidade com estado considerado estável.

Não foram divulgadas  atualizações sobre o estado de saúde da vítima. Não há confirmação, até o momento, se a mulher foi presa. A polícia não deu detalhes sobre o caso.

Relacionamentos abusivos não costumam mudar com o tempo. Pessoas abusivas não costumam melhorar com o tempo. Especialistas recomendam que ao primeiro sinal de violência (seja verbal, psicológico ou físico), a melhor opção é o término e, quando houver necessidade, a denuncia à polícia.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais