Connect with us
Publicidade

Auxílio emergencial

Ministro Onyx Lorenzoni disse que o novo plano do Bolsa Família será acelerado com a geração de 300 mil pagamentos. Entenda

ultimasnews

Published

on

Para amenizar a pressão da nova rodada do auxílio emergencial, o Ministério da Cidadania espera agilizar o processo de reformulação do programa Bolsa Família.

Continua depois da publicidade
bolsa familia ultimasnews - Ministro Onyx Lorenzoni disse que o novo plano do Bolsa Família será acelerado com a geração de 300 mil pagamentos. Entenda

Imagem:(Reprodução / Google)

De acordo com a matéria da CNN Brasil, o Ministério da Economia vai buscar assessoria de especialistas e outros departamentos para reorganizar as regras do programa.

A reformulação do plano do Bolsa Família vai reduzir o custo de novo auxílio emergencial, portanto, a equipe econômica do governo não deve desistir da pressão direta para iniciar o pagamento imediatamente, mas deve primeiro penetrar em outras alternativas. Por exemplo, na semana passada, Jair Bolsonaro disse que a volta do auxilio emergencial iria “quebrar” o Brasil.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni disse que o novo projeto do Bolsa Família está pronto e deve ser lançado em breve. No entanto, é importante destacar que a reformulação do programa para amenizar as exigências de fortalecimento das políticas sociais não é unânime.

Continua depois da publicidade

Dentro do governo, também estão preocupadas porque o impacto da reestruturação da Bolsa Família de errado, a remodelagem não seria de grande alcances, porque o atraso do governo em agir durante a pandemia de Covid-19 aumentou o desgaste de membros do Congresso.

Como deve funcionar o novo Bolsa Família?

A reformulação do programa deve elevar a provisão média do atual pagamento de R$ 190 para R$ 200. O padrão de renda para adesão ao Bolsa Família também deve ser reajustado e a previsão é de incluir mais de 300 mil famílias. As mudanças são as seguintes:

Para a extrema pobreza, será exigida a renda domiciliar per capita de R$ 92 em vez da renda atual de R$ 89.
No caso da pobreza, a renda será alterada para R$ 192 por pessoa, ante os atuais R$ 178.

Também devem ser criadas três bolsas para premiar o bom desempenho dos alunos que fazem parte ds família que recebem bolsas família, que serão utilizadas em escolas, esportes e ciências. Além disso, algumas pessoas propõem criação de auxílio-creche para mães com filhos pequenos, para que possam trabalhar fora de casa e ter renda.




Ministro Onyx Lorenzoni disse que o novo plano do Bolsa Família será acelerado com a geração de 300 mil pagamentos. Entenda

Para amenizar a pressão da nova rodada do auxílio emergencial, o Ministério da Cidadania espera agilizar o processo de reformulação do programa Bolsa Família. De acordo com a matéria da CNN Brasil, o Ministério da Economia vai buscar assessoria de ...
Share