Menina foi encontrada com marcas de chicote e obrigada a dormir em meio a ração para animais; mãe é presa em SC

Uma jovem de 22 anos foi detida em situação de flagrante delito sob acusações de tortura contra sua filha de 5 anos. Os fatos ocorreram na cidade de São Miguel do Oeste, situada na região Oeste de Santa Catarina.

A prisão aconteceu na quinta-feira (24), a mãe é suspeita de ter submetido a criança a agressões utilizando um “relho”, uma espécie de chicote, resultando em lesões corporais na vítima.

Continua depois da publicidade

Segundo informações da Polícia Civil, a mãe também é acusada de ter submetido a criança a condições adversas ao fazê-la dormir no chão de um depósito, desprovida de travesseiro ou qualquer tipo de proteção, cercada por rações de cachorro e outros objetos.

O caso foi objeto de uma investigação policial após denúncias feitas por equipes de proteção e outros órgãos em relação à conduta da mulher. Na quinta-feira, o Conselho Tutelar e a Polícia Militar compareceram à residência e observaram as lesões na criança.

Em decorrência disso, a mulher foi levada à Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami). A polícia ainda não encerrou o inquérito, segundo as informações.

Um laudo pericial posteriormente confirmou que as lesões na criança eram compatíveis com o instrumento conhecido como “relho”, que foi apreendido na residência.

Após os procedimentos na delegacia, a mulher foi encaminhada à Unidade Prisional Avançada. Importante ressaltar que o crime é considerado inafiançável.

O caso segue sob investigação e ganhou enorme repercussão após se tornar destaque nos maiores portais de notícias do Brasil. Infelizmente casos como este não são raros no Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais