Justiça decreta prisão de suspeitos pelo homicídio do ator Jeff Machado

No começo da noite desta quinta-feira (01), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro acatou o pedido de prisão contra os suspeitos de envolvimento na morte do ator Jeff Machado. A decisão atende a recomendação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio.

Após a decisão, Bruno de Souza Rodrigues, de 37 anos, e Jeander Vinícius da Silva Braga, de 29, tiveram a prisão temporária decretada. Ambos são acusados de envolvimento na morte do ator, que foi encontrado sem vida após meses como desaparecido.

Continua depois da publicidade

Dias atrás a polícia civil encerrou o inquérito sobre a morte de Jeff e indiciou a dupla por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Ambos são acusados de participarem no crime de forma direta.

Ambos, Bruno e Jeander, prestaram depoimentos reveladores à polícia. A dupla confirmou envolvimento no caso, admitindo que participaram da ocultação do cadáver. No entanto, negavam o crime de homicídio, alegando que o crime teria sido cometido por uma terceira pessoa.

A polícia, no entanto, descartou a versão após investigar as alegações. Jeander e Bruno foram os únicos indiciados e devem permanecer presos a disposição da Justiça.

Uma das evidências contra a versão da dupla, segundo as investigações, é que não existem indícios de que uma terceira pessoa tenha estado na casa do ator no dia 23.

Para a família, a decisão da Justiça representa um momento de “satisfação e conforto”. Por meio de nota, a família destacou o período que passou sem ter notícias do ator, que foi dado como desaparecido em janeiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais