Jovem goleiro perdeu a vida após embolia pulmonar ser tratada como se fosse uma gripe comum

O futebol está de luto. A confirmação da morte de um jovem e talentoso goleiro caiu como uma bomba entre as quatro linhas. O esporte argentino e equatoriano estão consternados.

Nesta quarta-feira (26), o Atlético Tucumán comunicou o falecimento de Angel Daniel Ibáñez, goleiro que estava emprestado ao Chacaritas, clube da Segunda Divisão do Equador.

O jovem atleta, de apenas 25 anos, veio a óbito devido a um tromboembolismo pulmonar. Ele começou a se sentir mal desde o último domingo (23) e tentou tratar como se fosse uma gripe.

No entanto, a condição piorou rapidamente, levando-o a ser internado às pressas. A notícia do seu falecimento deixou toda a comunidade esportiva em luto, e as condolências estão sendo enviadas à família e amigos de Ibáñez.

O goleiro Daniel Ibáñez passou por um mal-estar durante uma atividade do Chacaritas no domingo, mas retornou para casa. No entanto, seu estado de saúde de deteriorou consideravelmente em poucas horas.

Na terça-feira, ele foi levado às pressas para uma unidade de saúde na cidade de Ambato. Infelizmente, horas depois, o Atlético Tucumán recebeu a triste notícia de que o jogador não resistiu e veio a falecer.

O tromboembolismo pulmonar que o acometeu é uma condição grave e inesperada e que chegou a ser confundida com uma gripe comum.

Na visão do clube onde o jogador atuava, ele estava enfrentando uma gripe. O técnico do clube explica que o tratamento inicial levou uma reação grave, quando Daniel chegou a vomitar sangue.

(…) ele foi o mais rápido possível para Ambato. Ficamos em Ambato até as 4 da manhã porque ele chegou com saturação de 45, não conseguia respirar. Ele tinha um pulmão cheio de sangue e o outro funcionando a 40%,” disse o técnico.

Várias entidades esportivas, clubes de futebol e ligas de futebol lamentaram a morte do jogador.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais