Garoto de programa dá detalhes de como supostamente tirou a vida de médico encontrado em cova rasa

Guilherme da Costa Alves, de 26 anos, foi identificado como o suspeito de matar o médico Renan Tortajada na cidade de Umuarama, localizada no noroeste do estado do Paraná.

Em depoimento à Polícia Civil, ele afirmou que cometeu o crime em razão de um desentendimento após um encontro sexual com a vítima.

O médico de 35 anos, Renan Tortajada, estava desaparecido há dois dias quando foi encontrado morto. Ele trabalhava em Toledo, na região oeste, e estava a caminho de Maringá para visitar a família. Veja a seguir o depoimento de Guilherme.

O suspeito do crime, Guilherme da Costa Alves, levou o carro, celular, notebook e documentos da vítima após matá-lo com socos e pedradas. Segundo ele, os dois mantinham um relacionamento há um ano e meio.

O corpo de Renan foi encontrado enterrado no Bosque Uirapuru, localizado no centro de Umuarama.

“Ele (Renan) chegou lá, conversamos, e [ele] me disse que daria R$ 200. Eu tinha usado cocaína, não estava normal como estou agora”. Diz um trecho do depoimento de Guilherme.

Para assistir ao vídeo com depoimento CLIQUE AQUI! 

A segunda vítima do suspeito Guilherme da Costa Alves foi identificada pela Polícia Civil como Alexan Carlos de Goés. Sua localização ocorreu em uma área rural de Maria Helena, cidade localizada a 30 quilômetros de Umuarama.

De acordo com as investigações, Guilherme matou uma testemunha que passava pelo bosque e viu o corpo do médico enterrado, com os pés para fora.

A polícia segue investigando o caso que chocou a comundade local.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais