Família de Thiago Vinícius está temendo sofrer represálias durante o velório da criança; ameaças continuam

Nesta sexta-feira, dia 16 de junho, chegou a ser divulgado pelas autoridades que o corpo do menino Thiago Vinicius, de apenas 2 anos, foi encontrado em um rio, na região do Paraná.

A criança estava desaparecida há cerca de seis dias após ter realizado um passeio no parque com a família. As buscas geraram comoção em todo o país, gerando uma forte reação.

Agora, os familiares da criança estão temendo sofrer represálias durante o velório do menino, que está marcado para acontecer neste sábado, dia 17 de junho.

Por este motivo, a cerimônia deverá ser fechada e reservada apenas para pessoas próximas. A mãe e o padrasto do menino, que estavam com a criança no parque, são apontados por populares como responsáveis.

De acordo com informações fornecidas pelo advogado Clarisson Lemos, que apoio os familiares de Thiago neste momento tão complicado, o casal continua recebendo ameaças.

Mesmo as autoridades tendo esclarecido por diversas vezes que não se tem qualquer indício de que um crime tenha sido cometido, algumas pessoas ainda estão ameaçando a mãe do menino.

Hoje ainda eles receberam mensagens de ameaças, que vão pegar eles, que vão fazer alguma coisa”, contou o advogado, diante de toda a situação que os familiares estão passando.

Neste momento, Clarisson está pedindo para que as pessoas tenham mais empatia. Ele ressalta que o acontecimento com Thiago foi algo sério, porém, se tratou de um descuido e não ocorreu de forma consciente por causa da mãe e de seu namorado.

Os familiares estão sofrendo muito com a perda do menino que partiu tão cedo. O caso está sendo investigado e uma perícia será realizada para saber como Thiago teria ido parar no rio.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais