Em entrevista, Nadja Haddad relembra renasceu após levar um tiro em cobertura jornalística

Alguns momentos na vida pode levar uma pessoa a questionar sobre a importância de estar vivo. Certas circunstâncias de risco põe o pensamento a questionar e valorizar os sentidos da vida.

Para quem já esteve em alguma situação de alto risco, quando conta sobre o acontecimento de sobrevivência, relembra como um momento relacionado a fé ou otimismo.

Continua depois da publicidade

A apresentadora Nadja Haddad, de 42 anos, é natural de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Atualmente ela atua como apresentadora do programa de confeitaria Bake Off Brasil.

Ela contou em entrevista classificando o episódio que viveu aos 24 anos, de um tiro que levou quando trabalhava fazendo uma cobertura, como o melhor processo da vida dela e mais doloroso.

“Quando eu tomei esse tiro, eu sempre falei que não foi um tiro para minha morte e, sim, para a minha vida. “ Nadja faz algumas reflexões sobre o episódio ligado a escolhas de vida.

Hoje, de forma natural, ela trata com assunto como algo que já foi resolvido e também para um “despertar” de coisas boas para a vida. Passar a dar valor a muitas coisas na vida que antes não via.

Ela contou que chegou a perder muito sangue, perdeu parte do pulmão e isso fez com que ela repensasse sobre a importância da família, lembrando dos pais. Segundo o relato dela, após o episódio, ela passou a conseguir dizer mais “eu te amo” aos pais, cuidar mais deles e valorizar esses momentos.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais