CPF deve mostrar saldo do auxílio emergencial de 4 parcelas de R$ 250 através do DATAPREV. Saiba como

Continua depois da publicidade

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta segunda-feira, 1º de março, que quase tudo esta certo para a população que recebei indevidamente o pagamento do auxílio emergencial seja devolvido.

O Chefe do Executivo reuniu-se no domingo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e com o presidente da Câmara de Comércio, Arthur Lilla (PP-Al) e o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir a prorrogação do benefício e a aprovação da PEC Emergencial.
SharedScreenshotauxilio e1614840098665 - CPF deve mostrar saldo do auxílio emergencial de 4 parcelas de R$ 250 através do DATAPREV. Saiba como
Imagem: Google

 

Continua depois da publicidade

Bolsonaro informou que o novo valor acertado foi de 250 reais e teve de ser pago em quatro parcelas, a partir deste mês de março, e terminando em junho. É importante notar que este ano muitos que recebiam o pagamento, serão excluídas,

Isso ocorre porque o governo analisou cuidadosamente as informações cruzadas de diferentes bancos de dados, incluindo CAGED e INSS. Esses bancos de dados deveriam excluir aqueles que encontraram trabalho entre outros beneficiários e estão recebendo seguro-desemprego, aposentadoria e pensões.

No entanto, embora o novo auxílio não tenha saído, aqueles que contestaram o pagamento no ano passado e aqueles que podem receber o pagamento poderão negociar por meio de consulta usando o CPF para solicitar a liberação dos direitos. Segue abaixo:

Consulta do auxílio emergencial usando o CPF

O site da Dataprev (empresa de tecnologia e informações sobre previdência vinculada ao Ministério de Assuntos Econômicos) fornece uma maneira de usar o CPF para auxílio emergencial . Além disso, o sistema também exibirá o andamento da contestação

SharedScreenshot e1614805349593 - CPF deve mostrar saldo do auxílio emergencial de 4 parcelas de R$ 250 através do DATAPREV. Saiba como

 

Basta acessar o site de atendimento e informar os dados necessários (CPF, nome completo, nome da mãe, data de nascimento) na página inicial, e o site informará sobre todas as etapas do processo no Dataprev.

Também é possível consultar o saldo disponível para transações, pagamentos, saques e transferências, acessando a Poupança Social Digital, por meio do aplicativo Caixa Tem, que pode ser baixado nos celulares Android ou iOS.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele ACEITAR Leia mais