Animais em gaiolas? O que são os CETAS do Ibama onde capivara Filó era mantida

Ao longo das últimas horas, o assunto “capivara Filó” tomou as redes sociais brasileiras. Apesar de ser apenas uma questão individual, também serviu para trazer à tona outros temas sobre os quais muitas pessoas tem dúvidsa.

Um desses temas é o Ibama e suas funções. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, ao contrário do que muitas pessoas acreditam, possui uma ampla lista de atribuições.

Em função da repercussão do caso Filó, um termo acabou se tornando bastante visto nas redes sociais. Trata-se do Cetas, que significa Centros de Triagem de Animais Silvestres.

Este é o local para onde a capivara foi entregue e também o local que tem sido exposto em publicações, especialmente da deputada estadual Joana Darc.

Por meio das redes sociais, para defender a ideia de que o Ibama não tem instalações para manter a capivara, a deputada tem mostrado deficiências de instalação do local. Veja a seguir a nota de esclarecimento que o IBAMA postou.

Com a repercussão, muita gente ficou se perguntando o que são os Cetas. Afinal, a capivara foi retirada do influenciador para passar a viver em gaiolas? Essas tem sido algumas das principais perguntas feitas nas redes sociais.

Acontece que os Cetas são instalações temporárias, onde animais resgatados ficam durante um tempo antes de serem devolvidos ao habitat natural.

Segundo dados do próprio Ibama, apenas neste ano de 2023, 5,6 mil animais já foram resgatados, reabilitados e devolvidos ao seu habitat natural.

 Importante:   Este site faz uso de cookies que podem conter informações sobre os visitantes. ACEITAR Leia mais